Anterior

As infames do Nogueira, edição nº337

07/10/2019

Anterior

Próxima

Edis na lida (edição nº 336)

07/10/2019

Próxima
07/10/2019 - 15:44
Cerca-lourenço (edição n°337)

Falta menos de um ano para as 

eleições municipais de 2020

 

Agora falta menos de um ano para que os mais de 146 milhões de eleitores brasileiros se dirijam às milhares de seções eleitorais instaladas em 5.570 municípios do país para escolher os prefeitos e os vice-prefeitos de suas cidades, bem como os vereadores que atuarão nas casas legislativas municipais. As Eleições Municipais de 2020 serão realizadas no dia 4 de outubro, em primeiro turno, e no dia 25 do mesmo mês, em segundo turno. Votorantim tem apenas um turno.

 

Convocados para júri

 

Atendendo à solicitação da juíza de Direito da Vara do Júri, Barbara Syuffi Montes, a Gazeta de Votorantim publica nesta edição a lista geral provisória de jurados que deverão servir no Tribunal do Júri da Comarca de Votorantim no ano de 2020.  Confira se o seu nome, ou de um parente ou mesmo de um amigo consta na lista nas páginas 13 a 16.

 

Prefeitura X Polícia Militar

 

A manchete da Gazeta de Votorantim da última semana (“Polícia Militar não tem acesso às imagens de videomonitoramento dos prédios públicos”) foi contestada pela Prefeitura. Uma semana após ter sido questionada se as imagens captadas pelo serviço de monitoramento são disponibilizadas para a Polícia Militar, a Prefeitura de Votorantim, diferentemente do que informou a assessoria do Polícia Militar, disse que disponibiliza as imagens de vandalismo e dos indivíduos que invadem prédios públicos para furtar. 

 

Nota da Prefeitura, enviada para a redação da Gazeta de Votorantim em 1º de outubro

 

“Informação complementar: Em relação à matéria intitulada “Polícia Militar não tem acesso às imagens de videomonitoramento dos prédios púbicos de Votorantim”, veiculada na última edição do jornal Gazeta de Votorantim, de 28 de setembro, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Governo, vem a público esclarecer que as referidas imagens estão sim disponíveis, sempre que solicitadas tanto pela Polícia Militar, como também pela Polícia Civil, como já ocorreu em diversas situações, visando colaborar com o trabalho das corporações que atuam na segurança pública do município.”

Perguntas feitas e respostas enviadas 

pela Polícia Militar para a redação da

 Gazeta de Votorantim:

- A empresa Única, que cuida desse tipo de serviço de videomonitoramento, ou a Prefeitura de Votorantim chega a repassar os vídeos para a Polícia Militar quando há casos de vandalismo e furto/roubo?

Resposta: Esclareço que em Votorantim não temos um contrato ou acordo formal de fornecimento de filmagens por parte da Prefeitura ou da empresa Única, porém, em todas as ocorrências é feito um levantamento de imagens de câmeras nos locais através da equipe responsável pelo atendimento, é solicitado informalmente aos proprietários de residências e comércios próximos, que possam fornecer alguma filmagem  que acrescente alguma informação sobre as características dos autores, automóveis envolvidos, modo de atuação dos meliantes, entre outros.

 

- Quantas pessoas foram detidas com 

o auxílio desse videomonitoramento nos últimos dois anos?

 

Resposta: Não há dados referentes, pois não há auxílio da Prefeitura ou empresa Única.

 

O tiro no pé de Gaguinho

 

Estimulado sabe-se lá por quem, Gaguinho (DEM) expôs uma gravação que fez de forma clandestina (sem avisar que estava gravando) na tentativa de desqualificar o Governo. Na sequência, alguém que, provavelmente não seja o vereador Gaguinho, se aproveitou do fato e encaminhou o vídeo com o trecho da sessão para a imprensa que gosta de viver da desgraça alheia.

 

Não precisava, ato de vingança

 

No âmbito político, é comum desentendimentos momentâneos e mais comum ainda é ver quem era contra se tornar a favor e vice-versa. Coisa que já ocorreu muito recentemente com vereadores desta legislatura.

 

Gaguinho foi usado?

 

A consequência maior não fica para a pessoa que foi vítima de uma gravação clandestina, pois a pessoa é vítima de um ato que põe em dúvida o caráter de quem fez a gravação escondida.

Mas uma coisa é fato: quem faz este tipo de serviço sujo, perde a confiança de todos, afinal, quem é que tem coragem de conversar determinados assuntos sabendo que esta pessoa tem o hábito de gravar conversas? Ninguém em sã consciência quer correr este risco, portanto, as pessoas a partir de agora vão pensar melhor quando conversar com o vereador.

 

Para qual partido vai Gaguinho? 

PTB do Mauro e Silvano?

 

Lembrando que Gaguinho está sem espaço no DEM e busca uma nova sigla para concorrer a eleição do próximo ano. Reuniões de partidos é um momento de confiança, e o que se diz interessa apenas para os filiados como forma de estratégia política. Qual partido que vai confiar em alguém que grava conversas e expõe para outras pessoas?

 

Tiro certo

 

Mas Gaguinho não vive apenas de vingança e tiros errados, foi dele a iniciativa de propor o Dia do Cururu, que é um canto de improviso de nossa região, semelhante ao repente no Nordeste e à trova no Rio Grande do Sul. Sua origem é creditada a uma mistura de tradições indígenas, europeias e africanas. Uma das manifestações culturais mais genuínas.

 

A cultura agradece

 

O “Dia Municipal do Cururu” passará a ser comemorado, anualmente, no dia 19 de julho. Como já cobrou o secretário de Cultura, Edson Cortez, que no próximo ano a data seja comemorada com um final de semana de desafios, quando cururueiros de toda região possam estar em Votorantim. Outro mérito do vereador Gaguinho foi ter como convidado na sessão do último dia 1º Admarzinho cururueiro, que representa Votorantim na arte do Cururu.

 

TV Votorantim de mudança

 

A operadora NET está fazendo reestruturação e agrupando os canais em segmentos, com isto, todas as TVs públicas estarão em uma mesma sequência. Sendo assim, a TV Votorantim que atualmente opera no canal 6 da NET, a partir do dia 22 passa a ser sintonizada no canal 8. Já na Super Mídia continua no canal 3.

 

Programas da TV Votorantim a partir de agora serão exibidos na cidade de Tietê

A TV Votorantim estabeleceu parceria com a TV Cidade Jardim, da cidade de Tietê, e com isto, vários programas produzidos pela TV Votorantim passarão a ser exibidos em Tietê e programas produzidos naquela cidade serão exibidos em Votorantim.

 

Pivetta na TV Votorantim na segunda-feira

 

E o programa Debate dos Fatos de segunda-feira (07) vai entrevistar o ex-prefeito Carlos Augusto Pivetta. Pivetta, que ainda está filiado ao Partido dos Trabalhadores, deve concorrer à eleição no próximo ano a prefeito por um outro partido.

O programa Debate dos Fatos é apresentado pelos jornalistas Werinton Kermes e Luciana Lopez e vai ao ar pela TV Votorantim na segunda-feira, às 20h30 pelo canal 6 da NET e Canal  3 da Super Mídia e também pelo Facebook e site www.tvvotorantim.com.br.

 

Pesquisa que apenas alguns viram

 

Pesquisa não oficial encomendada por um partido político da cidade dá conta que após o anúncio de que Jair Cassola não participaria mais do processo eleitoral, Pivetta tomou a posição de primeiro lugar na intenção de votos, seguido por Fabíola Alves Pedrico e Rodrigo Chizolini. Porém, essa pesquisa não foi divulgada e é apenas comentada no círculo político.

 

Zelão preocupado com mudança 

proposta pelo prefeito no plano

 Diretor de Votorantim 

 

Para o vereador do PT, Zelão, a mudança proposta pelo prefeito no Plano Diretor de Votorantim é necessária, porém, deve ser feita obedecendo algumas considerações necessárias para não prejudicar a cidade. Segundo o vereador, “da forma como foi elaborada a alteração no projeto, a zona industrial onde está localizada a Fiação Alpina, empresa estabelecida em Votorantim há mais de 25 anos, que emprega 380 funcionários de forma direta e cerca de 800 trabalhadores entre diretos e indiretos, poderá ocasionar desemprego em massa”.

 

Zona Mista, o que é isto?

 

Isso pelo fato da administração municipal querer transformar a área da empresa em Zona Mista, ou seja, Residencial e Industrial. “Se isso for aprovado na Câmara, a Fiação Alpina deverá deixar a cidade e provocar uma catástrofe econômica no município”, diz o vereador Zelão.

 

Alpina deixou bem claro: “Vamos embora caso aconteça a mudança no Plano Diretor”

 

“Em reunião com os representantes do Sindicato da categoria têxteis na sede da empresa, diretores da Alpina foram bem objetivos em dizer que a empresa deixará Votorantim se isso ocorrer, afinal residências nas proximidades da indústria causam inúmeros conflitos e prejuízos jurídicos à empresa”, disse. O vereador Zelão protocolou na Câmara uma emenda para mudar essa situação, resta saber se a emenda do vereador vai ser aceita pelos colegas.

Coluna publicada na página 2, da edição nº337 da Gazeta de Votorantim, de 05 a 11 de outubro de 2019










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.