Anterior

Praticantes de skate enaltecem as obras de reforma e ampliação da pista de skate na praça Zeca Padeiro

07/10/2019

Anterior

Próxima

Censo turístico-cultural inédito será realizado no bairro da Chave

07/10/2019

Próxima
07/10/2019 - 13:55
Professor de Votorantim lança livro “Insetos Poéticos” na livraria Nobel
 Foto: Divulgação 

Donisete Oliveira

Valdinei Queiroz

 

O professor Carlos Donisete de Oliveira, 52 anos, morador do Parque Jataí, em Votorantim, vai lançar seu livro “Insetos Poéticos” em 11 de outubro, a partir das 18h, na livraria Nobel, situada à avenida Barão de Tatuí, 867, em Sorocaba. 

Na ocasião, além do lançamento da obra, haverá um sarau para crianças e adultos, com poesias do livro “Insetos Poéticos”, que conta com 29 páginas. A entrada é gratuita. Aos interessados, a obra será comercializada, em primeiro momento, apenas na livraria Nobel, pelo preço de R$ 28,00.

O livro, publicado pela Editora Crearte de Sorocaba, de poesias infanto-juvenis propõe que as crianças tenham um maior contato com diversos sentimentos através da poesia, proporcionando o encantamento e divertimento, e a estimulação da inteligência, socialização, memória e atenção, gerando maior sensibilidade e interesse por livros.

Professor de história e escritor, referência na cidade como poeta, Carlos Donisete leciona há 20 anos na região. Atualmente dá aulas nas escolas Liceu Pedro II, em Sorocaba, e Alice Rolim de Moura Holtz, em Votorantim. Participou de algumas coletâneas e sempre escreveu crônicas, poesias e prosas. Desta vez, o autor se aventura no universo da literatura infantil, contando com o auxílio de alguns de seus alunos na produção das 65 páginas da obra, que trazem 25 poesias.

Segundo o autor, o livro, que terá em primeiro momento 100 exemplares para comercialização, é fruto de um trabalho pessoal que procura democratizar a poesia. Os pequenos poemas foram enviados a alunos do Liceu Pedro II, que fizeram as ilustrações, procurando fazer uma releitura das poesias, inclusive à capa do livro é produto de uma aluna do 3º ano do Ensino Médio, Thaís Datri.

“O contato poético e científico resultou na junção dos textos e arte visual, que salta aos olhos e faz nos sentirmos leves como uma borboleta, sagazes como uma pulga, felizes como uma cigarra no campo ou seres iluminados como os vaga-lumes. Voltamos a ser crianças”, diz.

Antes de lançar o livro “Insetos Poéticos”, o professor Carlos Donisete de Oliveira chegou a criar uma vaquinha online, mas infelizmente não conseguiu obter verba necessária para a impressão. “Tive que fazer tudo com recursos próprios”, comentou.

 

Reportagem publicada na página 5, da edição nº337 da Gazeta de Votorantim, de 05 a 11 de outubro de 2019










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.