Anterior

Público prestigia a apresentação do projeto “Votorantim por uma Cultura de Paz”

23/09/2019

Anterior

Próxima

Evento de conscientização e inclusão social reúne bom público

23/09/2019

Próxima
23/09/2019 - 22:40
Ministério Público quer saber se Gaguinho ressarciu a Câmara dos valores recebidos indevidamente
 Foto: Divulgação 

Vereador Gaguinho

A Câmara Municipal de Votorantim foi notificada pelo Promotor de Justiça do Ministério Público, Ricardo Hildebrand Garcia, com questionamentos sobre possíveis sansões relativas ao inquérito aberto para investigar o vereador Gaguinho (DEM), por uso irregular de veículo oficial da Câmara, em 2018.
Durante a sessão desta terça-feira (17), o documento foi lido em plenário pelo presidente da Câmara, vereador Lilo (MDB), na presença de todos os parlamentares, inclusive do vereador Gaguinho. No ofício do promotor, ele questiona “se houve por parte do mesmo (Gaguinho), a reparação de danos por ele causados ao erário, como o ressarcimento dos valores indevidamente recebidos por ele a título de reembolso de refeições, bem como, dos valores gastos com as viagens realizadas de forma indevida”.
Após o ofício ter sido protocolado e oficialmente entregue ao vereador Ita (Cidadania), então presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, que à época investigou as supostas irregularidades do vereador Gaguinho, o jurídico da Casa Legislativa deve analisar os próximos passos.

 


Reportagem publicada na página 07 da edição nº335, da Gazeta de Votorantim, de 21 a 27 de setembro de 2019.










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.