Anterior

Aprovado aumento no vale dos ativos

04/12/2018

Anterior

Próxima

723 alunos de escolas estaduais de SP conquistam medalhas na Olimpíada Brasileira de Matemática

05/12/2018

Próxima
04/12/2018 - 22:11
Comissão se reúne para definir punição ao vereador Gaguinho
 Foto: Luciana Lopez 

Vereador Gaguinho

 

Acusado de uso indevido de verba pública e do carro oficial, o vereador José Antônio de Oliveira (DEM), o Gaguinho, vai conhecer, na manhã desta quarta-feira (5), a punição que deve receber da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Votorantim. Advertência, suspensão de mandato e até cassação estão entre as opções.

Gaguinho é investigado por utilizar o veículo oficial para levar pacientes a clínicas e hospitais da região e da Capital. Também fez viagens particulares a cidades como Santo Antônio da Platina e Itaporanga. Entre 2017 e 2018, apresentou 48 notas fiscais de reembolso de refeições que totalizam R$ 5.207,80. A perícia comprovou que em apenas uma delas – valor de R$ 195 – a assinatura não é dele.

O caso veio à tona em junho depois de denúncias feitas por ex-assessores do acusado. A partir daí, uma comissão foi montada e o fato foi apurado, de forma minuciosa, ouvindo todos os envolvidos e juntando provas. “Nesta quarta-feira, dia 5, finalmente teremos um desfecho para esta situação que se arrasta há meses”, afirma o presidente da Comissão de Ética, vereador Adeilton Tiago dos Santos (PPS), o Ita.

Além dele, também compõem a comissão os seguintes parlamentares: Adalberto Leme de Oliveira (PDT), Fabíola Alves (PSDB), José Cláudio Pereira (PT), o Zelão, Mauro dos Materiais (PTB), Pastor Dr. Luiz Carlos (PSL) e Pastor Lilo (MDB).

 

Fonte: Assessoria vereador Ita

 










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.