Anterior

Judoca faz campanha para ir ao México para participar de campeonato

07/10/2018

Anterior

Próxima

Lei Lucas criada em Campinas é sancionada pelo Presidente da República

07/10/2018

Próxima
07/10/2018 - 18:08
Urnas e mídias começam a chegar no Cartório Eleitoral de Votorantim
 Foto: Ivana Santana 


Ivana Santana 

As urnas e mídias de resultados começaram a chegar no Cartório da 220a Zona Eleitoral - Votorantim. A primeira urna chegou às 17h45 e foi a que funcionou no presídio feminino da cidade.

Votaram no prédio feminino hoje 31 presas provisórias, 6 servidores e 3 mesárias, segundo informações das funcionárias do Cartório. Em seguida, chegaram as urnas das primeiras escolas, Carmela de P. Cipulo,Clotilde B. Capitani, Antônio Vicente Bernardi e da escola Daniel Verano, por volta das 18h. Funcionários do Cartório comemoraram com aplausos a chegada. Policiais Militares e Guardas Civis fizeram estacionamento preventivo na frente do Cartório o dia todo e agora acompanham a chegada das urnas, fazendo escolta. No total, 385 policiais estão empregados trabalhando na região hoje, na operação Eleições 2018. Em Votorantim, cerca de 100 policiais estão na operação, em diversos bairros. Parte da rua do cartório foi interditada para a passagem dos veículos com as urnas. 312 urnas eletrônicas foram destinadas para Votorantim hoje. 269 urnas funcionaram nas seções eleitorais, incluindo a que funcionou no presídio feminino; 32 urnas de contingência, que ficaram para troca, se necessário, e 11 urnas foram para justificativa.

Segundo a Chefe do Cartório Eleitoral de Votorantim, Maria Aparecida de Oliveira Gomes, os dados das urnas foram gravados na mídia de resultados, que será transmitido para o Tribunal Superior Eleitoral. No caso de algum problema com as mídias de resultados, os dados também estão gravados no flash externo e no flash interno da urna eletrônica. Maria ressalta que as urnas não têm acesso à internet: "nem mesmo o Cartório Eleitoral conta com acesso à internet no dia da votação, utilizamos a intranet para enviar os dados para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE)".

 




Veja mais fotos:

  1. Por Sandra Mara

  2. Por Sandra Mara







Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.