Próxima

Aniversário de Votorantim vai ser comemorado com a chegada de maria-fumaça na cidade

14/11/2017

Próxima
13/11/2017 - 17:42
Baterias são furtadas de micro-ônibus da APAE de Votorantim

Muitos alunos não puderam ser transportados nesta segunda-feira
 Foto: Jorge Silva 

Roberta Rosa

Luiz Fernando Moura

(programa de estágio)

 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Votorantim foi novamente furtada no último domingo (12). Foram levadas duas baterias do micro-ônibus usado no transporte dos alunos.

Segundo a gestora administrativa da instituição, Roberta Rosa, 36 anos, no fim da tarde de domingo, foi acionado o alarme da instituição. Além disso, um motorista que reside próximo a APAE, e que vai todo final de semana para alimentar os animais do local, percebeu que o capô do veículo estava aberto sem as duas baterias.

A APAE de Votorantim atende em torno de 110 assistidos. Esses alunos, além de receberem orientação pedagógica, passam por diversos tratamentos que ajudam no desenvolvimento. No horário da manhã, é feita a parte educacional, e no horário da tarde, o acompanhamento clínico de saúde e as oficinas.

“No horário da manhã tivemos quase todos os alunos presentes, pois a Prefeitura de Votorantim disponibiliza um ônibus que traz 60 crianças”, comenta a gestora. A APAE possui um convênio junto à Prefeitura de Votorantim que disponibiliza um ônibus que atende os alunos que vão ao local estudar, porém não há transporte àqueles que fazem os tratamentos no local. “A resposta que nós tivemos, é que a saúde não faz parte do convênio. A prefeitura atende com transporte 63 alunos pela manhã, mas 23 estudantes são atendidos pelo nosso micro”, detalha.

A falta do transporte prejudicou ainda mais os assistidos que passam pelo atendimento clínico de psicologia, fonoaudiologia, musicoterapia, fisioterapia e oficinas, que são todas realizadas na parte da tarde. Cerca de 50 assistidos são transportados pela APAE para esses atendimentos.

Segundo a gestora, já foi feito o orçamento do custeio das baterias. “Fizemos o orçamento em oito lugares. Cada uma custará R$ 700”. Foi feito um pedido de arrecadação através do Facebook para ver se a APAE consegue juntar o dinheiro e comprar os equipamentos para que as atividades voltem ao normal. “As aulas foram suspensas somente para aqueles alunos que são atendidos pelo nosso micro-ônibus, até que consigamos as baterias novas”.

Problema recorrente

Em novembro de 2016, a APAE de Votorantim foi furtada. Foram levados computadores, baterias e chave de roda, e desde então, a preocupação só aumenta. “Para colocar câmeras e videomonitoramento fica muito caro. Já solicitamos para que algumas empresas nos ajudassem, mas ainda não tivemos respostas e infelizmente não temos condições financeiras para arcar com todos os custos”, diz a gestora. Em setembro uma caixa d´água vazia também foi levada.

Uma das discussões que a gestora diz estar em andamento, é a mudança da APAE para outro lugar. “Já estamos desde junho discutindo sobre mudar de local. Não é algo tão simples, pois precisamos de um espaço grande. Entretanto, é importante a mudança do local, tanto para a segurança como para a questão de acessibilidade para as pessoas que precisam do atendimento”, diz.

Para o próximo ano, a APAE de Votorantim espera construir em um terreno próximo ao hospital Santo Antônio, fruto de doação. “Por enquanto só temos ele. Portanto, como meta, vamos correr atrás de empresas e parcerias para construir”.

A APAE está localizada na avenida Amazonas, 88, Santa Helena, Votorantim. Para contribuir, basta ligar para o telefone (15) 3245-1131 ou 3245-1323. (Supervisão: Luciana Lopez)



Veja mais fotos:

  1. Jorge Silva

  2. Jorge Silva
  3. Jorge Silva

  4. Jorge Silva
  5. Jorge Silva

  6. Jorge Silva







Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.