Anterior

Arquiteta dá dicas para a escolha dos primeiros móveis de uma casa nova

16/05/2017

Anterior

Próxima

São Bento inicia a venda de ingressos para o jogo contra o Tombense-MG

16/05/2017

Próxima
16/05/2017 - 01:50
Saiba quais exames o bebê deve fazer ao nascer

Pediatra comenta importância dos testes e detalha problemas que podem ser diagnosticados e tratados precocemente
 Foto: Assessoria de Imprensa 

Dr. Angelo Bonadio

Quando se fala em exames realizados em recém-nascidos, imediatamente vem à memória a imagem do exame do pezinho, o mais conhecido e importante recurso utilizado no diagnóstico de doenças graves, que podem comprometer o desenvolvimento e colocar em risco a saúde do bebê.

No entanto, esse não é o único teste necessário. Quando o assunto é prevenção, muitos outros exames clínicos e laboratoriais devem ser realizados, para evitar e tratar precocemente doenças congênitas que podem se agravar no futuro.

Alguns desses exames são obrigatórios e garantidos por lei. Outros, de realização opcional, também são importantes aliados na primeira fase da vida dos pequenos. Dr. Angelo Bonadio, pediatra da maternidade do Hospital Santo Antonio de Votorantim, lista e comenta a importância dos principais testes.

Teste do pezinho

É o mais conhecido, realizado por meio da coleta de sangue do calcanhar do bebê, é feito passadas as primeiras 48 horas do nascimento. Obrigatório, serve para diagnosticar doenças graves, como a fibrose cística, que causa acúmulo de muco nos pulmões; fenilcetonúria, problema metabólico que pode comprometer o desenvolvimento mental; hipotireoidismo, deficiência hormonal e anemia falciforme. O exame também pode ser ampliado para diagnosticar mais de 30 tipos de doenças infecciosas, genéticas e metabólicas. No entanto, a versão mais completa do exame não é garantida por lei.

Teste de tipo sanguíneo

Igualmente importante, pois pode orientar em casos de emergências. Além disso, também é de extrema importância nos raros casos em que a mãe possui sangue fator Rh negativo e o bebê Rh positivo. Quando isso ocorre na primeira gravidez, não há muitos riscos, no entanto, caso a mulher engravide novamente, o organismo dela pode entender o feto como um invasor, sendo atacado pelo sistema imunológico, provocando futuros problemas, como: anemia, icterícia e, nos casos mais graves, insuficiência cardíaca e renal. A tipagem sanguínea antecipa este problema e orienta tratamento para evitar que ele ocorra.

Teste da orelhinha

Realizado ainda na maternidade, diagnostica possíveis problemas auditivos.  Por meio de aparelhos semelhantes a fones de ouvido, são feitos estímulos à audição dos bebês. Caso seja identificada alguma alteração, é iniciado tratamento para reabilitação e evitar prejuízos ao desenvolvimento intelectual dos pequenos.

Teste do olhinho

Também feito ainda na maternidade, verifica a existência de alterações oculares que podem prejudicar a visão, como a catarata congênita, que é quando o bebê nasce com o cristalino opaco. O exame é obrigatório em todo o Estado de São Paulo, sendo de extrema importância a realização.

Teste do coração

Avalia a saúde cardíaca da criança. Realizado com um aparelho chamado oxímetro, mede a oxigenação do sangue. Caso haja alguma alteração, exames complementares são solicitados.

Além de todos esses exames, outros cuidados, durante a gestação, também são recomendados, como o acompanhamento pré-natal e a escolha do local de nascimento. “O pré-natal é de extrema importância, pois pode identificar malformações e doenças infecciosas graves, como toxoplasmose e sífilis, tendo possibilidade de iniciar o tratamento antes mesmo do nascimento”, destaca Dr. Ângelo.

A escolha do local de nascimento é da mesma forma importante. “Pesquise os hospitais que oferecem maternidades com estrutura completa, apoio médico e multidisciplinar especializado. Também é imprescindível que haja equipamentos para suporte do recém-nascido e a possibilidade de realizar todos os exames fundamentais ao nascer”, conclui o pediatra da maternidade do Hospital Santo Antonio de Votorantim.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 2101-0001 ou pelo site: www.hospitalsantoantonio.com.br

 

Fonte: Assessoria de Imprensa










Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.